Zoológicos - prisões de animais

 .
.

Zoológico de Goiânia


As primeiras coleções de animais selvagens mantidos em cativeiro remontam vários milênios na Índia, China e Japão. Um dos exemplos mais antigos data de 5,5 mil anos no antigo Egito. Sabe-se que mantinham em cativeiro hienas, macacos e antílopes de diversas espécies, com base nas pinturas de Saqqara que datam de 5 mil anos. O Faraó Tuthomosis III (1.501-1.477 A.C.) enviou expedições à Somália para buscar macacos, leopardos e aves.

Panorâmica parcial vista de dentro do zoológico de Goiânia ladeado por edifícios que fica no centro da cidade.

Panorâmica parcial vista de dentro do zoológico de Goiânia ladeado por edifícios.

Os zoológicos são prisões onde vivem encarcerados milhares de animais ao desfrute daqueles que vão visitá-los. Nessas prisões, com a ilusão de serem livres, há todos os tipos de animais expostos como se fossem obras de arte em um museu. Uma visita a qualquer zoológico é suficiente para darmos conta de que a liberdade não existe. As jaulas, gaiolas e outros espaços mais ou menos reduzidos são as “casas” onde são obrigados a viver presos muitos animais, longe de seu habitat natural e muito longe de conhecerem uma vida satisfatória. As informações são da ONG Igualdad Animal.

Vidas enjauladas


Fazer um passeio no Zoológico de Goiânia foi frustrante para mim. Após três anos em reforma e milhões em gastos para revitalizar aquele espaço que serve para enclausurar animais arrancados da natureza afim de  servir de divertimento ao "bicho homem", eu,  que sou totalmente contra os zoológicos como meio de diversão ou como ponto de turismo, fico depressiva ao ver o estado dos animais confinados naqueles pequenos espaços, principalmente os animais silvestres e selvagens completamente tolhidos de liberdade numa vida monótona e solitária entre grades e vidros blindados embaçados pela sujeira, expostos como uma mercadoria inanimada.
É bem verdade que ali eles são bem alimentados e tem o cuidado de veterinários, mas seria essa a forma de vida ideal para os animais? O que é bom para os humanos será bom também para os animais? eles escolheriam uma casa feita de pedras do tipo forno de barro em vez dos galhos das árvores?


Na foto as "casas" feitas para os macacos, ora, a casa dos macacos é nos galhos das árvores.
Dizer que aquele lugar ficou como "coisa de primeiro mundo" é um absurdo. Saí de lá triste.
.
Um descorado Iguana
Aves exóticas num cercado de tela de arame, um pequeno e raso poço de água parada
Um amedrontado largado Teiú que fugiu apressado em busca de sombra numa pequena moita de capim desproporcional para seu tamanho
Um solitário macaco babuíno  tendo ao lado uma árvore morta sem casca para subir,  fincada no chão e ao seu lado um pato 
Um tuiuiú que possui até três metros de envergadura (medida de uma ponta da asa aberta a outra),  por certo não aprendeu a voar pelo limite do seu espaço
Este Tuiuiú jamais baterá suas asas para um voo no espaço e nem tampouco fará seu enorme ninho de gravetos para criar uma ninhada de filhotes com sua companheira, este tuiuiú por certo nunca formou um lar porque sua vida foi limitada num pequeno espaço, o que modificará seu comportamento natural, inclusive o da reprodução.
 No vídeo um Gato-do-mato confinado num cubículo como moradia, passa o dia andando de um lado ao outro numa caminhada interminável e sem destino o que não leva a lugar nenhum a não ser estar pisando sobre seus próprios passos, demonstrando sinais de stress meio a muito barulho, vozes,  gritos, assovios, choro de crianças e demais ruídos, de terça a domingo  das 08h às 17h.  Só filmei alguns segundos de sua angustiosa e solitária existência.


A pesar de ter várias espécies de aves engaioladas, e demais bichos que perderam a liberdade por toda sua vida, o que mais me prendeu a atenção e me encantou foi a visão de o ninhal de garças brancas numa frondosa mangueira, cuja copa abrigava dezenas delas. Essas aves conhecem a liberdade e fazem da árvore um berçário que favorece sua procriação, cada uma cuidando do seu ninho.
Ninhal de Garças brancas - nos galhos um berçário onde elas chocam seus ovos
Garça ajeitando seu ninho
.
Fotos e vídeo: Elma Carneiro 
 .
.

2 comentários:

  1. Achei seu blog muito bom! Pura verdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo
      Realmante quando fui ao zoológico com o objetivo de fotografar os animais e conhecer as instalações, o que aconteceu é que tive uma tarde triste porque meu conceito de vida e liberdade é outro. Tive muita pena daqueles animais encarcerados para o resto das suas vidas. Abaixo os zoológicos!

      Obrigada pela visita

      Excluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma