Estação seca do Cerrado

.

Paisagens da estação seca do Cerrado


Com voz de pássaros gravados no local onde havia mais verde com seus ninhos e frutos.

Gravação de Elma Carneiro em 2012
.
A estação seca do Cerrado que vai de abril a setembro deixa uma paisagem impressionante de secura e a umidade do ar que em algumas regiões chega até a 10%. Mas, a impressão da paisagem com esqueletos de árvores desfolhadas que a princípio oferece uma visão devastadora, esconde a importância deste Bioma que abriga uma alta diversidade de espécies da fauna e da flora, sendo muitas destas endêmicas, ocorrendo apenas nestas regiões.
Além da importância biológica, o Cerrado é o berço de nascentes e rios, pertencentes às três maiores bacias da América do Sul: São Francisco, Amazonas (Tocantins-Araguaia) e Paraná.
.

De abril a setembro é tempo de seca no Cerrado


.
Na sua maior parte, o complexo vegetacional do Cerrado está localizado no Planalto Central do Brasil. Em termos fitofisionômicos, predominam as formações savânicas, que se caracterizam por um estrato arbóreo de densidade variável e um estrato arbustivo-herbáceo dominado por gramíneas. O clima é sazonal , com invernos secos e verões chuvosos. Os solos são geralmente profundos e bem drenados, com baixa disponibilidade de nutrientes e altas concentrações de alumínio e ferro. As queimadas são frequentes na estação seca, causando impactos importantes na estrutura e a composição florística da vegetação.

A vegetação do Cerrado é semidecidual, o que significa que parte das plantas perdem suas folhas durante a estação seca.


Árvores secas do Cerradão


É uma formação florestal com aspectos xeromórficas, caracterizado pela presença de espécies que ocorrem no Cerrado sentido restrito e também por espécies de mata.
Do ponto de vista fisionômico é uma floresta, mas floristicamente é mais similar a um Cerrado. Apresenta dossel predominantemente contínuo e cobertura arbórea que pode oscilar em torno dos 70%, com altura média do estrato arbóreo variando entre oito e quinze metros,propiciando condições de luminosidade que favorecem a formação de estratos arbustivo e herbáceo diferenciados, com espécies de epífitas reduzidas.



Adaptações das plantas do Cerrado que na imagem retrata o cerradão.

A existência de espécies com sistema radicular também implica que as raízes superficiais ficam envoltas em um solo seco durante a estação seca, enquanto as raízes mais profundas estão em contato com um solo úmido.
.

 No Cerrado as  árvores perdem suas folhas na estação da seca
O Cerrado abriga plantas de aparência seca, entre arbustos esparsos e gramíneas, e o cerradão, um tipo mais denso de vegetação, de formação florestal, formado por árvores baixas e retorcidas destacadas em meio a gramíneas recobrindo o topo das chapadas.

Algumas variedades permanecem verdes e ficam mais bonitas e frondosas nesta época do ano. São espécies mais resistentes que continuam inalteradas durante as duas estações cujas raízes também chegam a grandes profundidades devido ao seu sistema radicular ser bem mais extenso.

No auge da seca, a maioria das árvores já estão desfolhadas e basta um sinal de umidade no ar pela aproximação das chuvas que elas se cobrem de folhas com toda força vestindo de verde.

Porém, seus esqueletos sempre nos proporcionam uma visão maravilhosa e ao mesmo tempo melancólica de um pôr do sol em tonalidades que vão do laranja ao vermelho.

O vermelho e o laranja tornam-se muito mais vívidos no crepúsculo quando há poeira ou fumaça no ar, provocado por incêndios. Isso ocorre porque essas partículas maiores também provocam dispersão com a luz de comprimento de onda próximos, no caso o laranja e vermelho.

Normalmente no Cerrado, isso ocorre com maior intensidade em dias em que a umidade relativa do ar está baixa.

Pôr do sol  na estação seca do CerradoPôr do sol do Cerrado



Fotos: Elma Carneiro

.

Cerradão fotografado nas duas estações: chuvosa e seca.  Veja a postagem clicando na imagem e confira as mesmas paisagens diferenciadas de acordo com a estação,&n nas cores verde e marrom.

 .

4 comentários:

  1. Maravilhosas imagens,parecem pinturas!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo, amiga... muito relevante!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nunes D'Costa. Vamos fazer aquela postagem com suas maravilhosas fotos do Cerrado e seus textos descrevendo poeticamente nossa região de linguagem tão poética e encantadora. Estou as suas ordens, rsrs Um abraço.

      Excluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma