Cidade de Pedras


Vegetação e relevo da Cidade de Pedras


Na  região da Cidade das Pedras a vegetação é predominada matas ciliares, matas semidecíduas, veredas e campos. Em sua maior parte, a vegetação é baixa, com árvores retorcidas. A região montanhosa sustenta o pitoresco e raro Cerrado Rupestre, sobre rochas. Trata-se de uma região de montanha, já que está ligada à Serra dos Pireneus. 


Localizada no centro oeste do Brasil, nas proximidades da cidade histórica de Pirenópolis em Goiás está a Serra dos Pireneus contando com sete trilhas ecológicas para caminhada e três picos, sendo o mais alto a quase 1.400 metros de altitude.

Lembrando uma cidade de pedras encontra-se num espaço enorme rodeado de gigantes de pedra das formas mais estranhas que possam ser imaginadas. Algumas formam castelos de aspecto agressivo, outras parecem monstros de origem inqualificável, outras lembram jardins babilônios, cheios de plantas, que há milhares de anos atrás, durante o movimento das placas tectônicas, valas foram abertas e por ali o magma do interior da terra penetrou e subiu até a superfície.

Para se visitar o lugar é imprescindível a presença de um guia experiente. Lugar de caminhada de dificuldade média a alta, cerca de 10 km, com trilhas sujas de mato, sem água e muito acidentado.

Da vegetação rasteira, flores brotam por entre as pedras

Cidade de Pedras: naturalmente monumental


Monumento Natural é um tipo de unidade de conservação de proteção integral prevista na Lei 9985/2000, que diz: “Monumento Natural tem como objetivo básico preservar sítios naturais raros, singulares ou de grande beleza cênica. (...) pode ser constituído por áreas particulares, desde que seja possível compatibilizar os objetivos da unidade com a utilização da terra e dos recursos naturais do local pelos proprietários. (...) Havendo incompatibilidade entre os objetivos da área e as atividades privadas ou não havendo aquiescência do proprietário às condições propostas pelo órgão responsável pela administração da unidade para a coexistência do Monumento Natural com o uso da propriedade, a área deve ser desapropriada, de acordo com o que dispõe a lei. (...) A visitação pública está sujeita às condições e restrições estabelecidas no Plano de Manejo da unidade, às normas estabelecidas pelo órgão responsável por sua administração e àquelas previstas em regulamento”

A Cidade de Pedra em Goiás, ainda não possui nenhuma infra-estrutura turística, sendo uma das paisagens mais antigas do Brasil. Mas, só entrou a pouco no mapa turístico nacional


Há quase quatro anos, a Prefeitura de Pirenópolis (Goiás) reconheceu 1.380 hectares de seu território como monumento natural. Naquela área de Cerrado está a maior cidade de pedra conhecida no Brasil, com cerca de 500 hectares de fantásticas formações rochosas.
O Parque Nacional de Sete Cidades no Piauí, por exemplo, tem seis mil hectares e pedreiras ocupando em torno de 250 hectares.

Fontes:


Vale da Lua

Veja  também a postagem sobre o Vale da Lua que tem esse nome devido a aparência que lembra uma paisagem lunar e fica no coração do Brasil em Alto Paraiso de Goiás. na Chapada dos Veadeiros.
É considerada o santuário Goiano do misticismo, esoterismo e espiritualismo.

Clique na imagem e entre na página com mais informações.



12 comentários:

  1. Que lugar mágico e maravilhoso que você nos trouxe aqui. Não conhecia, o nosso pais tem tantas riquezas ainda "escondidas", que descobertas que elas nos permitem. Acho que o fato que este recanto não possui ainda uma infraestrutura turística é positivo pois conhecemos os estragos que o turismo irresponsável pode fazer.
    Elma, obrigada por mais este post informativo e deslumbrante.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Preciosas imagenes buenas fotos, saludos.

    ResponderExcluir
  3. Elma,
    Que fotos fantásticas da Cidade de Pedra... que formações maravilhosas...
    Eu amo lugares assim misteriosos...
    Bjo grande

    ResponderExcluir
  4. Que lugar incrível! Fabulosas essas esculturas de pedra, criadas pela natureza! Eu não conhecia... Como temos paisagens maravilhosas aqui no Brasil. Basta querer conhecer.
    Obrigada por este post!
    Bjs.

    PS: Voltei ao Leaves of Grass. Espero você para um cafezinho em casa.

    ResponderExcluir
  5. Elma,
    Obrigada pelas suas palavras tão carinhosas! Fiquei com o Leaves of Grass hibernando exatos seis meses!

    Que legal que sua irmã já está lendo o livro! Fico muito contente que ela esteja gostando. Depois, quando ele chegar em suas mãos, gostaria de conhecer a sua opinião.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Essas formações rochosas são de cortar verdadeiramente a respiração.... ufff.... :-)

    Excelentes fotos!

    Beijinhos

    Colibri
    --
    Se você suporta emoções fortes, ouça o testemunho de vida deste homem que, no passado, cometeu todo o tipo de crimes e barbaridades e, hoje, é um ungido de Deus, devido à sua extraordinária transformação por Jesus Cristo. Segure-se bem e ouça... Depois não diga que não avisei… :-)

    Testemunho fortísssimo do Ex-Bruxo Tio Chico...

    ResponderExcluir
  7. Fernando Campanella16 de junho de 2009 10:21

    Bom dia, Elma. Estive a passear por teu blogger e gostei muito do que vi. Sou um amante da natureza também. Adoro fotografia, tenho quase cinco mil fotos de minha região, o sul de Minas. Estou enviando o link de meu recente blogger onde vc poderá ver meus poemas, crônicas e fotos. Espero que possamos manter um contato. Em minha página no Orkut vc poderá encontrar fotos de inúmeras árvores da região, assim como de pássaros, pessoas e paisagens. Grande abraço. Vc poderá me encontrar no orkut como: F Campanella. O link de meu blogger é: http://www.fernandocampanella.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Voltando para casa, recebo como que um convite para uma viagem fascinante. Vontade de conhecer essa Cidade de Pedras, linda, em sua dureza, e bela, em sua desproporção, em sua desarmonia. Com suas flores, ah, as flores gostam das pedras, nós gostamos das pedras. Há algo de íntimo nelas, algo nosso, é como um espelho em que nos vemos, talvez um estranho espelho, mas um espelho.

    Abraço amigo.

    ResponderExcluir
  9. Elma, nem temos como comentar. É só viajar com as imagens fabulosas do Caliandra.
    Meus parabéns. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. nossa ficou otimo

    espero q me ajude no meu trabalho

    muito obrigado

    ResponderExcluir
  11. Maravilhosa, nem há o que dizer.
    beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma