Samaúma - a rainha da floresta


Manifesto: clique no selo


"Se houver clareza na alma,
haverá beleza na pessoa.
Se houver beleza na pessoa,
haverá harmonia na casa.
Se houver harmonia na casa,
haverá ordem na nação.
Se houver ordem na nação,
haverá paz no mundo."

Provérbio Chinês


Samaúma - a rainha da floresta

  •             . Pertence às famílias bombacáceas. (Ceiba Pentandra Gaertn).
Samaúma ou Sumaúma (Ceiba pentranda) é uma árvore encontrada na Amazônia. É considerada sagrada para ao antigos povos “maia” e os que habitam as florestas. A palavra samaúma é usada para descrever a fibra obtida dos seus frutos. A planta é conhecida também por algodoeiro. Cresce entre 60–70 m de altura e o seu tronco é muito volumoso, até 3 m de diâmetro com contrafortes. Alguns exemplares chegam a atingir os 90 m de altura, sendo, por isso, uma das maiores árvores da flora mundial.
Essa árvore consegue retirar a água das profundezas do solo amazônico e trazer não apenas para abastecer a si mesma, mas também pra repartir com outras espécies. De crescimento relativamente rápido, pode alcançar os 40 metros de altura.
Em determinadas épocas "estrondam" irrigando toda a área em torno dela e o reino vegetal que a circunda.
A samaumeira é tipicamente amazônica, conhecida como a “árvore da vida” ou “escada do céu”. Os indígenas consideram-na “a mãe” de todas as árvores. Suas raízes são chamadas de sapobemba. Estas raízes são usadas na comunicação pela floresta, que é feita através de batidas em tais estruturas. Possui uma copa frondosa, aberta e horizontal.

Além disso, a árvore apresenta propriedades medicinais e é considerada pelos povos da floresta, uma árvore com poderes mágicos, protegendo inclusive as demais árvores e os habitantes da floresta.

flores da samaúma
Frutos


A fibra é muito leve, altamente inflamável e resistente à água. O processo de separação da fibra é manual. É usada como uma alternativa ao algodão para encher almofadas, colchões (antigamente) e para isolamentos. Na atualidade, a sumaúma foi substituída por materiais sintéticos. As sementes produzem um óleo usado para fabricar sabão e também são usadas como o fertilizante.



Fotos:-flor e frutos: Wiki - árvore:Octavio Campos Salles

.

18 comentários:

  1. Oi Elma
    Lindo! eu estive próximo a uma dessas a poucos dias no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, e por coincidência meu marido Marcos Santos do Photo Diurna Shotspostou a foto dessa árvore essa semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que legal Elma. Por coincidência fiz um post sobre a sumaúma do Jardim Botânico do Rio. Essa da árvore devolver parte da água é demais.
    Muito bacana

    ResponderExcluir
  3. Elma,
    Já vi essa impoente árvore de perto... Ela causa respeito e admiração mesmo...
    Olha fiz uma postagem sobre o dia de hoje... Dia das Raças Indígenas da América no Vidas Linha... Passa lá para dar uma olhada...

    http://vidaslinha.com.br

    bjo grande

    ResponderExcluir
  4. Êta, todo mundo conhece essa árvore, menos eu!! Vi que estou perdendo algo; o video é encantador, não somente pelas imagens mas pela mensagem. O Bicho homem tem que se desvencilhar da ganância e encarar a natureza como sua maior riqueza. Vê que unindo forças sempre conseguimos algo? Samaúma nos chama e precisamos ouvir esse chamado!!

    *Elma, o Ecological Day, não vai ter mais? Não entendi direito.

    Boa semana! Beijus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheci em viagem à Belém do Pará. Hospedei - me no Beira Rio hotel e fui de barco até o local

      Excluir
  5. Oi Elma,não conheço essa árvore pessoalmente,mas o teu trabalho está excelente. Enquanto a sumaúma é a rainha da floresta,este teu espaço é o rei da beleza e da informação sobre a nossa Mãe-Natueza! "Andar" por aqui nos enriquece de conhecimentos,nos
    preenche de beleza e de serenidade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Elma querida.
    Que interessante.
    Não conhecia.
    Bom, assinei o manifesto e espero que estes pequenos gestos somados, ganhem forças para as mudanças de atitude do nosso comportamento.

    Um beijo.

    PS: O piano pela sua companhia,à sombra de Baco.

    ResponderExcluir
  7. Elma, eu não conhecia esta magnífica árvore! Sempre admiro e aprendo com seus incríveis posts! Parabéns! Vou voltar mais tarde para ver o vídeo.

    PS: Obrigada querida por suas sempre generosas e calorosas palavras a respeito da entrevista. Acabo de atualizar o Leituras com o primeiro capítulo do livro.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Que maravilha.

    Quem me dera um dia conseguir abraçá-la.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Elma,
    Você vai hospedar o Ecological Day este mês de junho???
    Deixe uma resposta prá mim em qualquer um dos meus blogs por favor?
    Bom fim de semana!
    Bjão

    ResponderExcluir
  10. Árvore maravilhosa, em Belém do Pará tem várias no meio da cidade. Um privilégio.

    ResponderExcluir
  11. Tenho no meu pequeno sitio, uma cuja a estrutura é igual, principalmente na sua base e as raízes se espalham metros distantes e crescem novas mudas. A flor da mesma é vermelha e se espalha na copa. Só que não sei o pé de que!

    Nelson Schuler

    ResponderExcluir
  12. Lembrei do filme Avatar.

    ResponderExcluir
  13. Quero plantar uma dessas por aqui,mas minha área é pequena demais (quinta é 6m), quero que vocês me deem uma dica de como "empobrecer" ela pra que não cresça tanto.
    Plantar ela em cidade é ***, mesmo assim tô plantando :D

    ResponderExcluir
  14. OI, boa noite! Moro em Belém/Pará, e há uns 3 meses doei uma muda de SAMAUMEIRA, estava medindo cerca de 2 m de altura, estava linda!

    ResponderExcluir
  15. Elma, aqui em Belém, na Praça da República, tem uma Samaumeira, que é "diferente", e que tem uma época do ano que ela perde as folhas, e depois de algum tempo as folhas nascem verdinhas. Só que está foge ao padrão por trocar as folhas em épocas diferentes, digamos do lado direito no fim do ano e o lado esquerdo no meio do ano.

    ResponderExcluir
  16. Elma, aqui em Belém, na Praça da República, tem uma Samaumeira, que é "diferente", e que tem uma época do ano que ela perde as folhas, e depois de algum tempo as folhas nascem verdinhas. Só que está foge ao padrão por trocar as folhas em épocas diferentes, digamos do lado direito no fim do ano e o lado esquerdo no meio do ano.

    ResponderExcluir
  17. Como posso conseguir uma muda dessa árvore maravilhosa?

    ResponderExcluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma