A nossa Amazônia

.

Clique na imagem para entrar na página e assine a petição "Salve a Amazônia"



Falar do Brasil ou das Coisas do Brasil, por certo é um tema sem fim, pelas tantas belezas e diversidades que ele possui. Sua Extensão territorial é de 8.511.965 km2, o Brasil é o país mais extenso da América do Sul, o terceiro das Américas e o quinto do mundo, perdendo apenas para a União Soviética (22.402.200 km2), o Canadá (9.970.610 km2), a China (9.517.300 km2) e os Estados Unidos (9.372.614 km2).
A região Amazônica, uma das mais ricas e importantes do planeta Terra, e ressalto o que todos já tem conhecimento: a Causa Amazônica que deve ser debatida e receber a proteção de todos os seus habitantes. Mas... compreende-se que para "proteger" a Amazônia não basta identificar os problemas.
.

Amazônia o  "pulmão do Brasil"

.

O planeta está de OlhO

 
A Floresta Amazônica é o maior celeiro e biodiversidade da Terra, e boa parte das espécies ainda é desconhecida.O mundo observa cada passo do Brasil na descoberta de como tirar proveito dessa opulência sem acabar com a natureza.

Manifesto: clique no selo

"A Floresta Amazônica é patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á, na forma da lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais."

Fruto do  guaraná 
Revoada de Guarás
Garças brancas
A floresta Amazônica cobre 6,5 milhões de quilômetros quadrados, dos quais 4 milhões estão em território brasileiro. O rio Amazonas nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru, sob o nome de Marañon. Ao entrar no Brasil recebe o nome de Rio Solimões, até se encontrar com o Rio Negro, nas proximidades de Manaus, e passar a se chamar de Rio Amazonas. No total, são pouco mais de 7000 quilômetros de extensão. Alguns afluentes do Rio Amazonas medem mais de 1500 quilômetros. Os mais conhecidos são Negro, Tapajós, Xingu, Madeira e Jarí. A bacia Amazônica é uma região muito plana, mas, em contraposição, abriga o maior pico do Brasil, o Pico da Neblina, com 3014 m. Apesar de ser pouco habitada, a região tem indícios de presença humana que datam de 12.000 anos antes de Cristo.

Clique e veja a exuberância de nossas araras brasileiras.

Mede quase 98 cm de comprimento e 1,5kg de peso. Voa em pares ou em bandos de 3 indivíduos, podendo formar-se grupos maiores de até 30 indivíduos. São cuidadosas com seus ninhos, cavando-os em diferentes profundidades nos troncos ocos, geralmente de palmeiras. Mas elas também se aproveitam de buracos em paredões rochosos para botar os ovos, os quais são chocados apenas pela fêmea, que fica no ninho. O início da postura ocorre em agosto indo até os meses de janeiro e fevereiro, com um número de 3 a 5 ovos. Período de incubação de 30 dias, com abandono do ninho por volta da décima quinta semana. Quem cuida de garantir a alimentação tanto da fêmea como dos filhotes é o macho, que nessa espécie é fiel, mantendo a mesma companheira a vida inteira. Alimenta-se de frutos, sementes e grãos. Leia mais aqui

Rio Amazonas
Boto cor de rosa
Boto cor de rosa brincando na água
O boto-cor-de-rosa (nome científico: Inia geoffrensis),é um mamífero parente das baleias e dos golfinhos; a diferença é que ele não vive no mar como seus “primos”, mas na água doce. Os habitantes das margens do rio Amazonas e de seus afluentes costumam chamá-lo de boto-vermelho, ou simplesmente boto. Está distribuído nas bacias dos rios Amazonas e Orinoco. Tem a dieta mais ampla entre os odontocetos, alimentando-se principalmente de peixes, mas completando com tartarugas e caranguejos. Na época das chuvas se desloca para as áreas alagadas da floresta, onde há uma maior oferta de alimentos.

Amazônia floresta e vida

.
A Amazônia é um tesouro inestimável que precisa ser preservado a todo custo. Além de ser a maior floresta do mundo, com a maior concentração de água doce e ter a maior biodiversidade do planeta, a floresta Amazônica é uma fonte de vida, um dos poucos lugares no planeta terra onde a natureza ainda exerce toda a sua força magnífica. É difícil de explicar em palavras o que todo visitante sente ao conhecer pela primeira vez a Amazônia: um poder jamais imaginado, magnetismo, força, emoção, respeito, grandiosidade, vida e paz.

Cobra papagaio - Corallus Caninus
Serpente arborícola não peçonhenta, habitante da Floresta Amazônica. Assim como a jiboia e sucuri, mata suas presas por constrição. Pode alcançar dois metros de comprimento. Alimenta-se de roedores e morcegos. Possui hábitos noturnos e é vivípara.

A onça pintada vive na floresta Amazônica. Seu corpo tem manchas pretas e ela é amarelada.  Move-se silenciosamente com a cabeça baixa e as manchas de seu pelo constituem uma perfeita camuflagem. Ela se camufla para fugir dos caçadores.


.

14 comentários:

  1. Elma, parece que a cada novo post você se supera. Digo "parece" porque é difícil dizermos se isto seria realmente possível. São insuperáveis, na verdade.
    Beijos. Um ótimo final de semana.
    PS - Venho sempre aqui "descansar" um pouco. Deixar o stress de lado.
    PS2 - Sei não, mas não teria sido a Amazônia o Paraíso mencionado no Testamentos?
    Abs

    ResponderExcluir
  2. Elma,
    vim conhecer o teu espaço e também agradecer a visita e a audiência da PIER FM.
    Pode colocar nos favoritos e ouvir. A programação é feita com muito cuidado e carinho e logo estaremos ao vivo.
    Uma rádio de blogueiro feita para blogueiros.
    Parabéns pelas imagens exuberantes postadas aqui. Voltarei com mais tempo para degustar o blog.
    Umbeijo, menina

    ResponderExcluir
  3. Elma, eu vi o recado que você me deixou no blog. É este o artigo que deve ser linkado na coletiva Coisas do Brasil? Fiquei em dúvida por causa da data. Desde já agradeço sua adesão. Andréa Motta

    ResponderExcluir
  4. oi, Elma, eu li seu email, mas mesmo antes de você fazer as alterações, eu jpa havia linkado seu texto lá. Muito obrigada por participar. Essa reflexão que você fez sobre a Amazônia deveria ser feita por todos nós. Um abraço e linda semana!Andréa Motta

    ResponderExcluir
  5. Uau...que lindas imagens e que ótimo texto sobre a Amazônia. Ficou tudo muito bem explicado e ilustrado minha linda...amei.
    Engraçado que ontem visitei todos os blogs que participaram da blogagem e não vi o seu.
    Um beijão amiga e não sumirei mais...boa semana pra você!

    ResponderExcluir
  6. Oi Elma,

    Sou nova por aqui e vim através da Coletiva.

    Gostei muito do post sobre a Amazônia. É um tema discutido freqüentemente e às vezes esquecemos de reivindicá-la como nossa.

    Abraço,

    Renata

    ResponderExcluir
  7. Elma, tb estou na coletiva e lendo com um pouco de atraso. Parabéns pela participação. A Amazônia merece homenagens e alertas como este , sempre

    abraço

    ResponderExcluir
  8. A nossa coletiva foi um sucesso! Passe no Leio para ver o post de encerramento.

    ResponderExcluir
  9. Blog in natura! Como é bom saber que existem muitas pessoas preocupadas com as nossas reservas de vida e beleza. Parabéns. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Elma, eu de volta, desta vez para lhe desejar e à sua família um FELIZ NATAL. E que continue a nos proporcionar tanta coisa bonita deste nosso Brasil no novo ano que se aproxima.
    Abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  11. Querida Elma, não tinha visto ainda este magnífico post sobre a Amazônia. Um post excelente como já é sua marca registrada!

    Desejo a você e aos seus familiares um Alegre Natal e Maravilhoso Ano Novo!
    Beijos,
    Sonia.

    ResponderExcluir
  12. A cobra verde da foto é uma periquitambóia, (Corallus caninus) de dentição áglifa totalmente inofensiva, já a Philodryas olfesii que vc se refere, tem a dentição opistóglifa e tem um veneno muito fraco, nao chegando a um décimo do poder do veneno de uma jararaca, ja me acidentei com a cobra verde (Philodryas olfesii) e houve aoenas um pouco de dor local e um pouco de inchaço, essa informações estão muito distorcidas.

    ResponderExcluir
  13. _-'*ALvaRo-3D*'-_

    Obrigada pela informação, gostei muito e volte sempre por aqui. Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma