Verme gigante dos rins

Medicina Veterinária

.

Verme-gigante-dos-rins Dioctophyma renale é um nematóide de ocorrência mundial que parasita os rins do cão e outras espécies de animais domésticos e silvestres, inclusive o homem. O ciclo evolutivo desse parasita é indireto, tendo como hospedeiro definitivo (HD) o cão e como hospedeiro intermediário (HI)um anelídeo oligoqueta parasita de brânquias de peixes. No HD, o parasita adulto localiza-se geralmente no rim direito, assim os ovos podem ser eliminados com a urina. No meio ambiente os ovos requerem um período de incubação em meio aquático, necessitando ser ingeridos pelo HI para se tornarem infectantes (L3).

O macho do Dioctopnyma renale pode atingir 45 cm de comprimento por 4 a 6 mm de largura e a fêmea 100 cm de comprimento por 12 mm de largura

Este nematóide pode chegar a 100 centímetros de comprimento e o órgão parasitado costuma ser totalmente destruído. Os cães errantes e de hábitos alimentares pouco seletivos são os mais freqüentemente acometidos. O diagnóstico pode ser obtido pelo achado dos ovos do D. renale durante o exame do sedimento urinário ou pelo achado do parasita na necropsia. Este parasita penetra pela cápsula renal, invadindo o parênquima que é totalmente destruído. A poderosa ação histolítica da secreção das glândulas esofagianas, muito desenvolvidas no Dioctopnyma renale, explica a facilidade com que este penetra e destrói o parênquima renal. Assim, o rim fica reduzido exclusivamente à cápsula, no interior da qual estão os parasitas imersos num conteúdo sanguinolento.
Geralmente um só rim é parasitado. Desta forma, o rim sadio sofre hipertrofia para compensar a falta do destruído.
Nos animais infectados com este parasita pode-se observar apatia, tristeza, emagrecimento, arqueamento do dorso, hematúria, aumento de volume palpável na região renal e às vezes, andar vacilante. Além disso, pode-se observar peritonite e uremia devido à insuficiência renal.

Morfologia

Esta espécie é chamada de estrôngilo gigante e é o maior nematóide conhecido. Desta forma, o macho pode atingir 45 cm de comprimento por 4 a 6 mm de largura e a fêmea 100 cm de comprimento por 12 mm de largura. Sua cor é vermelha-sangue, sua boca é pequena e simples.

 Diotoqpnyma renale instalado no rim direito ocupando todo espaço



.

10 comentários:

  1. Obrigado pelas informações relevantes e a difusão do Bioma Cerrado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo
      Foi um prazer receber sua visita, sou uma apaixonada pelo Cerrado, o bioma do qual fui acostumada a viver e a admirar por sua beleza e riqueza, sua vegetação, paisagens e seu maravilhoso pôr do sol. CERRADO, A CAIXA D'ÁGUA DO BRASIL

      Obrigada e volte mais vezes.

      Excluir
  2. Hum... me deu uma fome...

    ResponderExcluir
  3. Poxa, parabéns pelo blog! Adoro o Cerrado e seu blog tem informações muito ricas e interessantes.

    ResponderExcluir
  4. Olá tenho uma foto de um negócio aí desse daí que saiu de um amigo meu. Ele foi diagnosticado com câncer em um dos rins

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Por isso os lobos guará precisa da fruta lobeira, é um tratamento contrar esse vermes.

      Excluir

Obrigada por sua presença no Caliandra do Cerrado.
Espero que esse espaço tenha sido útil para você. Os artigos apresentados são frutos de pesquisas e informações colhidas na web, artigos acadêmicos, livros que após um estudo coerente entre as informações que mais se igualam sobre os temas, são selecionados para as postagens.
.

Fique a vontade e se puder deixe seu comentário. Um abraço

Elma